Impressões do espetáculo Diário Dum Carroceiro

por Márcio Alexandre da Silva *

O teatro teve sua origem na Grécia antiga, mas, uma forma de protestos moderna e atual, muito bem aproveitada pelos organizadores da peça.

O monólogo “Diário Dum Carroceiro” foi escrita pelo assisense Sebastião Nicomedes, ex-catador de materiais recicláveis que retrata a realidade de catador independente sem organização ou qualquer forma de cooperação. A peça além emocionante, bem escrita e interpretada é uma crítica concreta ao modo que a sociedade atual convive.

A peça é auto-reflexiva, irreverente, autônoma, faz o público mergulhar  no mais profundo do nosso âmago para refletir as relações humanas tão desgastadas na sociedade atual.

A peça faz reflexão sobre como os catadores muitas vezes passa despercebido, principalmente nos grandes centros urbanos e mostra como estes trabalhadores são importantes para a manutenção da beleza estética das cidades.

Resumiria a peça em: “Um show de humanidade”.

* Professor de Filosofia e autor do livro “Pode Morrer de Tanto Amar?”

Como militante cultural mantém o blog Pode Morrer de Tanto Amar?:
http://podemorrerdetantoamar.blogspot.com.br/2012/06/teatro-e-atividade-da-mostra-do-lixo.html

Um comentário em “Impressões do espetáculo Diário Dum Carroceiro

  1. Adorei me apresentar neste dia. A transformação da garagem de caminhões da cooperativa de catadores em picadeiro para se fazer uma peça de teatro, não foi um milagre, mas a unidade de pessoas de boa vontade catadores, catadores doutores da UNESP, catadores estagiários, catadores artistas, catadores etc. Todos catavam o melhor que tinham, suas mãos em cooperação, e a esse espetáculo prévio da peça, só nos compromete a realizar o nosso melhor em cena, e não poderia ser diferente entre tanta gente querida.
    Vlw Circus
    Vlw Cocassis
    Vlw Assis
    Vlw Tião
    Vlw Thiago
    Vlw Freddy
    Vlw Katia
    Vlw Iara, Servulo, Aline, Antonio Carlos, Eduardo Silva, Marcio Tadeu, Dorival, Luiz Capacci, e todos que por essa peça fizeram parte dessa história.

    Por Max Mu ator e produtor da peça.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s